13 de maio de 2024

|

Por: Apelmat

|

Categorias: destaques, Negócios

InvestSP lança guia para apoiar cidades na atração de investimentos privados

Por meio da InvestSP, o governo paulista vai incentivar e apoiar os municípios do estado na busca por investimentos privados, como fábricas, centros logísticos, polos de pesquisa e inovação e até unidades de produção de energia. Prefeitos, secretários e vereadores passarão a contar com um guia criado  agência de promoção de investimentos vinculada (InvestSP), ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado. 

O guia busca, inicialmente, conscientizar sobre a importância do trabalho de atração de investimentos, que tem impacto direto no desenvolvimento econômico e social dos municípios, na geração de emprego e renda e na chegada de novas tecnologias e modelos de gestão.

O objetivo é levar informação para que o gestor local possa desenvolver ações e políticas capazes de aumentar a competitividade dos municípios. O que vale mesmo para cidades menores, que podem se beneficiar de diversas vantagens oferecidas por São Paulo, como a existência de três grandes aeroportos (Cumbica, Congonhas e Viracopos), o Porto de Santos, as melhores estradas e algumas das principais universidades do país, como USP, Unesp e Unicamp.

Leia também:

São Paulo avança em obras de drenagem 

Detalhes do documento da InvestSP

O documento da InvestSP orienta gestores municipais para que eles possam identificar e explorar vocações e oportunidades de cada cidade, que sejam atrativas para o setor privado. Por exemplo: a oferta de matéria-prima e de mão de obra qualificada, o fácil acesso a grandes rodovias, políticas e regras claras em áreas como tributação e meio ambiente etc. Além de mapear possíveis pontos fracos que precisem ser melhorados para não afastar os investidores.

O guia também indica pontos que são prioritários no processo de tomada de decisão das empresas, como: disponibilidade de água e energia elétrica, infraestrutura de comunicação e conectividade, cobertura de saneamento básico e zoneamento urbano, que garante segurança jurídica para a empresa e o desenvolvimento sustentável da região.

O documento explica, ainda, que qualquer município pode contar com um núcleo de atração de investimentos e orienta sobre como estruturar essa área com foco em temas como marketing, desburocratização, parcerias e definição de metas. Além de destacar a oferta de crédito por entidades como Desenvolve SP e Fapesp como diferenciais do Estado que podem favorecer a atração de investimentos para as cidades paulistas.