10 de maio de 2024

|

Por: Apelmat

|

Tags: obras

|

Categorias: destaques, Obras

São Paulo avança em obras de drenagem 

A prefeitura da capital paulista tem a meta de encerrar várias obras de drenagem até o final do ano. Uma das frentes atuais é a implantação da nova rede de drenagem no Alto de Pinheiros, Zona Oeste, com investimento de R$ 7,9 milhões. A obra é coordenada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB).

A intervenção faz parte dos empreendimentos para resolver os problemas de alagamentos e enchentes na cidade. Na região de Alto de Pinheiros, a água subia cerca de 1 metro, o que deverá ser evitado com a conclusão da obra até outubro.

Principais iniciativas de drenagem em SP

Entre as iniciativas estão as novas galerias, que vão se estender por aproximadamente 883 metros e irão aumentar a capacidade do sistema de drenagem da região, combatendo os recorrentes alagamentos intransitáveis que atingem o bairro. Já a travessia sob a Marginal Pinheiros será feita por meio do método conhecido como “tunnel liner”, quando as escavações acontecem diretamente no subsolo. Desse modo, não haverá necessidade de interdições na Marginal.

O contrato contempla, ainda, a construção de poços de visita, bocas de lobo para direcionar a água das chuvas às novas galerias, e nova pavimentação em todo o trecho da obra.

Leia também:
São Caetano recebe subestação como parte das obras de Interligação Elétrica Riacho Grande

Na Zona Norte, a SIURB executa a implantação de novas galerias de águas pluviais no bairro do Limão. As intervenções foram iniciadas em fevereiro desse ano e serão concluídas já no segundo semestre. A Prefeitura está investindo R$ 6,1 milhões nesses trechos. 

O empreendimento contempla execução de 1.200 metros de novas galerias em tubos de concreto armado, com desaguamento no córrego Cabuçu de Baixo. Os serviços são executados por fases, garantindo a celeridade nos trabalhos. No final de março, os operários trabalhavam nas peças pré-moldadas que dão forma à galeria. 

Para reduzir ao máximo o impacto no trânsito, e os transtornos aos moradores, apenas uma faixa de cada uma das vias será interditada para a execução dos serviços, contando com sinalização apropriada e orientação aos motoristas sobre os desvios no tráfego. Na região, também serão implantados novos ramais para captação de águas, bocas de lobo e nova pavimentação em todo perímetro das obras. Quando concluída, a nova rede de drenagem irá beneficiar mais de 80 mil pessoas na região.