11 de julho de 2024

|

Por: Apelmat

|

Tags: locação, pavimentacao

|

Categorias: destaques, Equipamentos, Obras

Equipamentos são estratégicos no maior programa de recapeamento de São Paulo

Por Nelson Valencio

A prefeitura de São Paulo está realizando o maior programa de recapeamento de sua história. A meta é recuperar 20 milhões de metros quadrados de ruas e avenidas, com investimentos de R$ 1 bilhão. Os dados oficiais do programa, denominado Recape, indicam que já foram recapeados cerca de 12 milhões de metros quadrados desde o seu início, em 2022. Com várias obras na cidade, o programa envolve a mobilização estratégica de equipamentos. 

É o caso da MGM Rental, empresa especializada na locação de equipamentos pesados, que participa ativamente do programa como parceira de construtoras, e que atendia simultaneamente 19 frentes de obras no primeiro trimestre deste ano. Na mesma época, a reportagem da Revista Apelmat visitou uma das frentes. Trata-se da recuperação de um trecho de 820 metros na Vila Prudente, confirmando a assertividade das intervenções na maior metrópole brasileira. 

De forma generalizada, as obras de recapeamento envolvem a troca da base da pavimentação e a reposição de novas camadas de asfalto, como o binder e a capa de rolamento. O reparo depende da análise inicial da prefeitura, que emite um relatório de patologia das vias, usado como referência para a atuação das construtoras. A execução em si pode ter mudanças, de acordo com a avaliação dos engenheiros em campo, com a meta de evitar retrabalhos.

Detalhes de recapeamento em São Paulo

Conforme constatou a reportagem, um trecho de 1 km a 1,5 km demanda a mobilização de equipe padrão durante uma semana. Nos casos mais complexos (intervenção profunda), como por exemplo o trecho de 3,5 km, em duas vias numa avenida movimentada da capital, o recapeamento levou dois meses. 

A escolha e locação dos equipamentos envolvidos é fundamental. A frota básica envolve fresadora de asfalto a frio, vibroacabadora, rolos compactadores, além da caminhões tanque e  caminhão cabinado para transporte de pessoal (casinha), além de equipamentos complementares como miniescavadeira, retroescavadeira, escavadeira hidráulica entre outros. 

A operação começa com a fresagem do pavimento para remoção da camada asfáltica existente e também das camadas de base (inferiores). Depois, há a limpeza com a minicarregadeira (varrição mecânica), imprimação com ligante asfáltico pelo espargidor, aplicação da nova camada asfáltica e base, com o uso da vibroacabadora de asfalto, e o processo encerra com a compactação, realizada por rolos tandem e pneumáticos.

Locação estratégica 

No atendimento do Recape e de outras obras, a MGM Rental conta com uma frota de aproximadamente 600 equipamentos voltados para as obras de infraestrutura e pavimentação. 

Dos equipamentos locados na área de infraestrutura e pavimentação, metade é formada por caminhões (200) dos mais variados tipos (Leia a matéria completa na revista Apelmat).