Apelmat

Associação Paulista dos Empreiteiros e Locadores de Máquinas de Terraplenagem, Ar Comprimido, Hidráulico e Equipamentos de Construção Civil.

Endereço: Rua Martinho de Campos, 410 - Vila Anastácio - São Paulo - SP - 05093-050

Telefone: (11) 3722-5022

Whatsapp: (11) 9-3339-8386

Redes Sociais

Assine nossa newsletter

Copyright 2020 | Apelmat

Mais de 2,7 mil obras públicas estão paralisadas no Brasil, diz CNI

Realizada a partir de dados do Ministério do Planejamento, a pesquisa apontou que 517 projetos são do setor de infraestrutura. Obras custaram R$ 10,7 bilhões De acordo com o estudo “Grandes obras paradas: como enfrentar o problema?”, feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Brasil investe apenas 2% do Produto Interno Bruto (PIB) em projetos de infraestrutura e desperdiça boa parte em obras paradas. Ao todo, existem 2.796 obras públicas paralisadas no Brasil. O setor de infraestrutura tem 517 (18,5%) obras paralisadas em algum estágio. O ranking da categoria é liderado pelos projetos de saneamento básico, com 447 empreendimentos interrompidos. Em seguida, aparecem obras de rodovias (30), aeroportos (16), mobilidade urbana (8), portos (6), ferrovias (5) e hidrovias (5). As obras tiveram investimento de R$ 10,7 bilhões e, segundo a CNI, não deram nenhum retorno à sociedade. Entre as principais causas para a paralisação dos projetos estão problemas técnicos, abandono pelas empresas e dificuldades orçamentárias/financeiras. Segundo a CNI, a crise econômica enfrentada pelo país e a difícil interação entre os gestores públicos responsáveis pelas obras de infraestrutura foram fatores relevantes para as paralisações das obras. Para mudar este cenário, a entidade recomenda seis medidas: melhorar o macroplanejamento; avaliar qual modalidade de execução é a mais adequada; realizar um microplanejamento eficiente; aparelhar melhor as equipes; desenhar contratos mais equilibrados; e fortalecer o controle interno. Leia a notícia completa em:


https://www.aecweb.com.br/cont/n/mais-de-27-mil-obras-publicas-estao-paralisadas-no-brasil-diz-cni_17746 Fonte: AEC web



Postado em 23/08/2018

Em Destaque