27 de outubro de 2020

|

Por: santelmo

|

Categorias: Sem categoria

Governo anuncia obras ferroviárias em Americana e Sumaré

Locadores e empreiteiros, fiquem atentos! O governo do Estado de São Paulo anunciou a duplicação da malha ferroviária nos trechos que passam pelas cidades de Americana e Sumaré, na Região Metropolitana de Campinas. A obra faz parte de um pacote de R$ 6 bilhões de investimentos na reestruturação da malha ferroviária do estado.

O empreendimento será realizado pelo Grupo Rumo Logística. O anúncio faz parte da Retomada 21/22, plano anunciado no dia 16 de outubro para impulsionar a economia do Estado. A modernização vai gerar 134 mil empregos diretos e indiretos ao longo da concessão.

Grande parte das obras deverá ser concluída nos seis primeiros anos e vai proporcionar a expansão de capacidade da ferrovia de 35 milhões para 75 milhões de toneladas por ano.

“É a maior ampliação do transporte ferroviário do estado de São Paulo dos últimos 50 anos e é o primeiro grande anúncio do plano de retomada da economia 21/22”, disse o governador João Doria. Estão previstas duplicações e reativações de trechos, ampliação de pátios, modernização da via e melhora na mobilidade nas cidades cortadas pela ferrovia (contornos ferroviários, viadutos, passarelas). Serão beneficiados 72 municípios.

“Esta ação solidifica a posição do estado de São Paulo como principal corredor de exportação do agronegócio brasileiro, levando desenvolvimento e geração de emprego e renda para o estado e, obviamente, gerando benefício concreto para todo o País”, completou o governador.

“Com os investimentos e modernização da malha paulista, São Paulo volta ao protagonismo como principal eixo de ferrovia do país”, destacou João Alberto Abreu, presidente da Rumo.

A malha paulista é uma das mais diversificadas do País, sendo responsável pelo transporte de soja, farelo de soja, milho, açúcar, combustíveis, fertilizantes, celulose, minérios e contêineres.

Confira algumas obras anunciadas:

– Ampliação e implantação de pátios de cruzamento entre Rubinéia e Itirapina;

– Duplicação de trechos entre Itirapina, Boa Vista Velha e Perequê, passando por municípios como Sumaré, Limeira, Rio Claro e Americana;

– Retirada de oficina de manutenção da área urbana de Araraquara;

– Retirada de oficina de manutenção da área urbana de Rio Claro;

– Contorno ferroviário atendendo os municípios de Mirassol, São José do Rio Preto e Cedral. O contorno ferroviário que ficará a 10 km da área central de São José do Rio Preto. Serão feitas 25 obras de artes (5 pontes e 20 viadutos ferroviários);

– Contorno ferroviário em Catanduva: serão cerca de 18 km de trilhos e um novo pátio;

– Reativação do ramal ferroviário Colômbia-Pradópolis (158,6 km), que passa por entroncamentos logísticos em Bebedouro e Barretos;

– Reativação do ramal ferroviário Panorama-Bauru (369,1 km), que atravessa cidades importantes como Bauru e Dracena;

– Passarelas, viadutos e pontes (rodoviárias e/ou ferroviárias) em várias cidades paulistas.

Fonte: O Liberal

21 de Outubro de 2014. Solenidade de assinatura da ordem de serviÁo em mais 150 quilÙmetros de extens„o das obras da Ferrovia Transnordestina no Cear·, no MunicÌpio de Miss„o Velha, pela ministra do Planejamento e Gest„o do Governo Federal, Mirian Belchior, alÈm do Ministro da IntegraÁ„o Nacional, Fernando Teixeira, e o governo do Estado, Cid Gomes.
– negocios – 03ne1551 – NLVL